China promete maior proteção dos direitos de propriedade intelectual

Pequim, 28 ago (EFE).-O primeiro-ministro da China, Li Keqiang, prometeu nesta terça-feira que o país asiático adotará um sistema “mais rígido” de proteção da propriedade intelectual, além de melhorar as leis e os regulamentos a respeito.

Li se reuniu hoje em Pequim com o diretor-geral da Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI), Francis Gurry, com quem abordou esta questão e destacou que a proteção da propriedade intelectual é um requisito “inevitável” para seu governo, segundo explicou um comunicado governamental.

A proteção insuficiente dos direitos de propriedade intelectual na China é o motivo alegado pelo presidente americano, Donald Trump, junto com o déficit comercial que o país americano mantém com o asiático, para justificar suas recentes medidas protecionistas.

O primeiro-ministro defendeu que a China trata da mesma forma as empresas nacionais e internacionais, por isso não será permitida a transferência forçada de tecnologia.

“A violação dos direitos de propriedade intelectual será punida duramente”, assinalou Li.

No princípio do mês, a China já tinha anunciado que estabelecerá um sistema de suporte técnico para detectar, monitorar e rastrear evidências de violações à propriedade intelectual até 2020.

Fonte: Uol Economia

Postagens Recentes

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

WhatsApp chat