em NOTÍCIAS

banner2_

A melhoria operacional do INPI foi tema de destaque dentro das propostas da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), da Confederação Nacional da Indústria (CNI), para potencializar a inovação no Brasil, tratada durante evento em Brasília, no dia 8 de julho, com a presença do Presidente da República em Exercício, Michel Temer.

A reunião do Comitê de Líderes da MEI, promovida pela CNI, reuniu 150 dirigentes das principais empresas no país, na sede da CNI em Brasília, sob a coordenação do presidente da CNI, Robson Andrade.

O evento contou com a presença de Fernando Furlan, ministro em exercício da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC); dos ministros Gilberto Kassab, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; José Mendonça Filho, da Educação; a presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos Marques; o presidente do INPI, Luiz Pimentel; entre outras autoridades.

Em apresentação realizada durante o evento, Pedro Passos, da Natura, destacou a importância de reduzir o backlog para estimular a inovação no Brasil, da necessária dotação de pessoal especializado, cooperação nacional e internacional, viabilização de recursos financeiros para atender às necessidades e melhoria operacional do INPI.

No contexto deste debate sobre o fomento à inovação, Robson Andrade afirmou que Michel Temer se comprometeu a discutir e apoiar medidas para promover a inovação nas empresas. Como exemplo, citou a redução do prazo para avaliação dos processos de patentes pelo INPI.

Vale lembrar que a MEI tem uma agenda com seis eixos prioritários, sendo que o primeiro envolve a Propriedade Industrial. Seguem estes temas:

– Marco regulatório da inovação e propriedade industrial;
– Marco institucional da inovação;
– Financiamento à inovação;
– Inserção global via inovação;
– Recursos humanos para inovação;
– Pequenas e médias empresas inovadoras.

Entrevista para a CNI

O presidente do INPI, em entrevista para a CNI, sobre os 20 anos da LPI, destacou que a melhoria do desempenho operacional do INPI está sendo realizada em quatro eixos principais: (1) pessoal, envolvendo a contratação dos aprovados no último concurso e a valorização da carreira; (2) otimização e automação dos processos de exame dos pedidos de direitos de PI e da gestão; (3) governança, melhoria da infraestrutura e institucionalização da autonomia do Instituto prevista na Lei; e (4) cooperação nacional e internacional para melhorar, ainda mais, a qualidade dos exames, capacitação dos servidores e disseminação da PI.

 

Fonte: http://goo.gl/cEMI40 

Postagens Recentes

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar